Pensar cansa? O que é cansaço mental?

Muitos usuários de GTD expõem em seus depoimentos que o momento de maior tensão e desgaste ocorre durante as revisões semanais. Este é um momento de pensar, escolher, decidir e também é quando nos fica transparente o volume enorme de tarefas que conseguimos reunir.

Tive um professor de cursinho (de química) que adorava dizer aos alunos: pensar não cansa. Acreditei nele até eu estar no meio da prova do vestibular para a USP e perceber que minha cabeça estava prestes a estourar. 
Exageros à parte, pensar não cansa e pode aumentar muito nossa produtividade à medida que escolhemos melhor o que ou quando fazer as coisas.
Também pode diminuir muito nosso estresse, pelo mesmo motivo.

Mas “tudo que é demais faz mal”, precisamos aprender a manter o equilíbrio. Lembre-se que “tudo é fácil quando se sabe” e precisamos treinar para ficar craques.

O cansaço mental provocado durante os momentos de decisão e escolha (processamento, revisão, priorização) é comum à todos nós até que se transforme em um comportamento automático. Um hábito para ser desenvolvido, afinal passamos a maior parte de nossa vida recebendo ordens, obedecendo… Nossa competência para decidir e criar prioridades é uma exigência nova, inspirada também pelo GTD para assumirmos o controle de nossa própria presença no mundo.

Construir quem desejamos ser, desenhando nosso caminho de maneira consciente é uma aventura maravilhosa que ainda estamos aprendendo como se faz. Precisamos de paciência e perseverança para essa conquista. Você está no caminho certo, acredite.
Um conselho prático aqui é experimentar revisões diárias. Elas serão mais curtas e podem treiná-lo para as revisões semanais. A experiência tem me mostrado que em algum tempo de treino é possível realizar uma revisão semanal inteira com a mesma 1 hora de uma revisão diária.
A prática diária potencializa. Também começamos a decidir mais segura, rápida e assertivamente quanto maior nossa visão do todo.

Lembre-se que a revisão semanal não é para planejar cada projeto, é para conferir se tudo está andando como deveria, com próximas ações definidas, dentro do prazo etc. Caso não esteja andando, aloque um tempo de agenda para revisar cada projeto especificamente e corrigir isso.

O cansaço mental pode afetar sua saúde, relacionamentos e a própria tomada de decisão. Um círculo vicioso que deve ser evitado. Considere a rotina (bem executada) do GTD como uma forte aliada.

Os estudos sobre a importância de boas tomadas de decisão já são muitos, seguem estes links que podem ilustrar melhor esta questão:

Sua prática diária de GTD certamente está beneficiando sua vida como um todo, evitando o cansaço mental e melhorando muito sua competência de líder. Compartilhe conosco os benefícios que tem alcançado com seu GTD, comente esta postagem.

Abraços,

Marcia.Sisi@CallDaniel.com.br

Especialista em Gestão do Tempo e Produtividade.

Imagem: clikaki.com.br

Inspiração livre: UOL, Tua Saúde, Depoimentos de usuários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *