Por que você precisa parar de dizer que está ocupado?

Se você anda muito ocupado, sem tempo sobrando, é sinal que sua produtividade está péssima. Não entendeu nada? Calma, eu explico.

 

 

Em seu livro Overwhelmed, Brigid Schulte, uma premiada jornalista do Washington Post questiona a antiga visão de produtividade e defende uma nova. Massacrada pela cultura do “ocupado” ela chegou à conclusão de que, por mais que se empenhasse, terminava seus dias com a sensação de fracasso.

 

A cultura do ocupado surgiu no momento que os profissionais começaram a trabalhar mais horas por dia, que os demais, na intenção de se destacar. Ela transparecia um status de importância e sucesso dizendo “não sou um desocupado”, sou uma pessoa muito ocupada, cheia de compromissos.

 

Brigid foi então em busca de respostas para o segredo da produtividade. Ela encontrou várias pesquisas e estudos de caso que mostravam o claro benefício do “não fazer nada” para a criatividade e produtividade de quaisquer profissionais. Em seus estudos descobriu que esta cultura está mudando. Muitas empresas ainda valorizam profissionais que trabalham mais horas que o combinado e não se importam com a vida pessoal ou familiar deles. Mas outras tantas e muitas também já começaram a recompensar baseadas na produtividade, nos resultados, não no número de horas trabalhadas.

 

Nesta busca ficou transparente que a inovação surge em mentes tranquilas. É preciso respeitar nosso cérebro, fornecendo períodos de descanso, para que retome seu trabalho revigorado. O ganho em produtividade para profissionais motivados, organizados e tranquilos é notório. Dizem que algumas empresas chegam a demitir os empregados que não conseguem realizar suas tarefas dentro do período regular de trabalho (até 40 horas semanais).

 

O bom exemplo, continua sendo essencial. Mas ser o primeiro a chegar e o último a sair não é mais um sinal de sucesso. Demonstra desorganização, falta de produtividade e desrespeito por si mesmo.

 

A Call Daniel vem dedicando todos os esforços para levar até os profissionais uma solução comprovada de administração do tempo e produtividade: o método Getting Things Done, de David Allen. Saiba mais sobre ele clicando aqui.

 

Abraços,

Marcia.Sisi@CallDaniel.com.br

Especialista em Gestão do Tempo e Produtividade.

{{cta(‘51705e8a-82ab-4fa8-9cc6-00e765d5642a’)}}

 
Imagem : http://www.radiopiratininga.com.br/psicologia/?p=609
Inspiração/Tradução livre FastCompany
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *