Como evitar pensamentos disfuncionais e superar a ansiedade?

Ao ler o título deste artigo, você certamente identificou a palavra ansiedade, certo? E quanto aos pensamentos disfuncionais, você sabe o que eles significam? É importante saber que podem ser o motivo da ansiedade, do estresse e de diversas outras complicações de ordem psicológica.
Neste artigo, você vai saber o que são esses pensamentos, como eles aparecem e o que fazer para se livrar deles. Acompanhe e veja como se tornar menos ansioso, ter mais qualidade de vida e melhorar os seus relacionamentos!

O que são pensamentos disfuncionais

Eles são caracterizados por ideias automáticas que surgem na mente, sem que haja qualquer reflexão que tenha levado a determinada conclusão. São as ditas “verdades absolutas e incontestáveis”.
Albert Ellis é o nome do psicoterapeuta fundador da Terapia Comportamental Racional Emotiva, que disserta muito bem sobre os pensamentos disfuncionais com a teoria ABC, relacionando pensamentos, fatos e sentimentos:

  • A – fato ativador (o que aconteceu e em quais circunstâncias);
  • B – crença/interpretação (posição da pessoa quanto ao fato ativador);
  • C – consequências (sentimentos em relação ao ocorrido e consequências dele).

 

Segundo Ellis, o item B indica diretamente os sentimentos (item C). As crenças já determinadas na mente influenciam a consequência do ato, ou seja, a resposta é sempre referente ao que já se tem como verdade absoluta.
Para tornar mais claro, vamos dar um exemplo: você observa duas pessoas conhecidas olhando em sua direção (fato ativador). Imediatamente, já começa a imaginar que elas estão fazendo alguma crítica sobre você (posição e crença decorrente do fator). Então, começa a sentir vergonha, tristeza e insegurança, mesmo sem saber se o que está em suaimaginação é o que ocorre de fato.

Esse tipo de pensamento desencadeia ações e outras ideias que nem sempre são verdade, mas que acabam se tornando afirmações para quem repete isso, mesmo que mentalmente. Por exemplo, pensamentos negativos em relação a si mesmo têm como consequência a desistência de ir atrás dos objetivos, por se assumir incapaz.

 

Como evitar a ansiedade e o estresse causados por eles

Como você já viu, os pensamentos disfuncionais simplesmente brotam de crenças previamente estabelecidas sem quaisquer provas ou reflexões sobre o tema. Por isso, podem ser também um canal para a agressividade, a compulsão, o estresse e a ansiedade.
Para quem se identificou com as características dos pensamentos disfuncionais, a boa notícia é que existe uma maneira de se livrar ou diminuir esse tipo de “hábito cerebral”. Abaixo, você confere algumas dicas que podem ajudar.

Fazer meditação mindfullness

A meditação é uma excelente aliada, já que é um exercício diário de concentração, ajudando o cérebro a focar mais e a entender melhor determinada situação antes de reagir a ela. O exercício diário dessa prática é, comprovadamente, uma excelente forma de transformar pensamentos disfuncionais em ideias positivas.

Detectar e registrar esses pensamentos

Prestar atenção aos pensamentos disfuncionais e anotá-los é um grande passo para revertê-los e transformá-los em reflexões com resultados positivos. As anotações podem servir para que você, depois, pense sobre elas, ou até mesmo para que as leve até um terapeuta.

Trabalhar com a aceitação

Aceitar o pensamento é um dos segredos para deixá-lo ir. Quanto mais tempo você perde negando o que sente ou julgando esse tipo de pensamento, mais parte da sua vida ele vai fazer. Portanto, quando surgir um pensamento disfuncional, diga para si mesmo: “eu aceito esse pensamento e ele está livre para ir”.
Os pensamentos disfuncionais podem ser a base para problemas como estresse, ansiedade e depressão. Encontrando a raiz do problema, é possível dissolver essas crenças absolutas e encontrar o caminho para refletir e entender cada situação mediante o que ela realmente significa, gerando menos irritação e uma vida mais leve.
Você sabia que os pensamentos disfuncionais também podem atingir sua vida no trabalho? Muitos deles colaboram até para a síndrome de Burnout. Saiba mais sobre ela e comece agora um processo para se livrar do estresse!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *