Aprenda como gerenciar pensamentos e reduzir o estresse

 

Um dos desafios das pessoas que querem combater o estresse e a ansiedade é conseguir gerenciar pensamentos, principalmente os negativos.
Afinal, a cada minuto, todos nós somos inundados por conexões que trazem informações, imagens, suposições, interpretações, enfim, um mundo de letras e números.
No entanto, assim como sentimentos e comportamentos, é possível controlar o que se passa na mente.
Como diz o monge budista Matthieu Ricard, “os pensamentos podem ser nossos melhores amigos e nossos piores inimigos”. Tudo vai depender do lado que será mais alimentado.
Portanto, a seguir aprenda cinco dicas para fugir da perturbação mental, um problema que atinge 30% dos paulistanos.

1. Faça meditação

A meditação é uma boa maneira de controlar os pensamentos, principalmente em razão da considerável melhora no foco das atividades, fazendo com que você preste mais atenção no que está fazendo.
Além disso, contribui com a correta respiração, trazendo benefícios à mente, como tranquilidade nas tomadas de decisões.
Outro aspecto preponderante está ligado à observação dos pensamentos, afastando as ideias conflituosas ou que estejam distante da realidade.

2. Busque o autoconhecimento

Quanto mais você se conhecer, melhor será o gerenciamento dos pensamentos, já que a sua estrutura interna estará preparada para encarar as mais diferentes adversidades possíveis.
Também haverá uma análise mais aprofundada de como encontrar soluções menos tensas e que estejam ao seu alcance, agindo com foco e determinação.
Dessa maneira, os conflitos se reduzem, assim como as preocupações, já que divagações dificilmente tomarão a sua mente, que estará alicerçada em observações reais, tendo em vista o seu olhar para consigo mesmo.

3. Tenha aceitação

Apesar de ser uma dificuldade para muita gente, a aceitação dos fatos que não podem ser modificados é um caminho na trilha do gerenciamento dos pensamentos.
Aprender a aceitar o outro, escolhas alheias e manter o respeito frente a posições contrárias às suas ideologias contribui imensamente neste processo de redução do estresse.
Afinal, muitos transtornos podem ser evitados no momento em que você busca modificar o que é possível, tendo serenidade para agir na hora certa em relação ao que está distante das suas possibilidades. Portanto, a paciência é viga mestra nessa hora!

4. Invista na qualidade de vida

Sendo a qualidade de vida a junção de vários fatores que contribuem com o seu bem-estar, como alimentação balanceada, prática moderada de atividade física, espaço voltado ao lazer, além de uma boa noite de sono, podemos encontrar no estilo saudável de viver uma resposta que combate ou minimiza os fatores do estresse.
Com isso, certamente ficará mais acessível gerenciar pensamentos, já que você estará de bem com a vida e também com as pessoas que fazem parte do seu convívio social.
Ao encontrar maneiras diferenciadas de pensar, novas respostas surgirão na condução de sua vida, transformando a realidade.

5. Combata o perfeccionismo

Muitas vezes, as pessoas querem realizar as tarefas do dia a dia com tanta perfeição que acabam inundando os pensamentos de informações e agendamentos que interferem negativamente no controle emocional.
Lembre-se sempre de que somos imperfeitos e que cada ser humano segue uma linha diferenciada na condução da vida profissional e pessoal, ou seja, dê tempo ao tempo.
Evite se cobrar muito e mantenha a mente focada no que é para ser realizado hoje, colhendo os resultados a longo prazo. Portanto, vá com calma e mantenha a sua meditação sempre em dia!

E aí, gostou do nosso post? Quer sempre receber artigos como este? Então assine agora mesmo a nossa newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *